UMA TRADIÇÃO DE QUALIDADE: O Cinema Clássico Francês

Nós resolvemos postar aqui em nosso blog aos poucos, links para assistir todos os 140 filmes comentados e publicados no livro do grande mestre A.C. Gomes de Mattos em 2010, UMA TRADIÇÃO DE QUALIDADE: O Cinema Clássico Francês.

Alvo de críticas, principalmente nas páginas da revista Cahiers du Cinema, a cinematografia clássica francesa foi muitas vezes denegrida e outras vezes ignorada durante décadas. No livro Uma tradição de qualidade: o cinema clássico francês (1930 – 1959), Antonio Carlos Gomes de Mattos preenche duas lacunas: oferece conhecimento sobre esse esquecido período do cinema francês e, no entender do crítico de cinema Miguel Pereira, supre a carência de bibliografia especializada no campo da Comunicação, de obras que pensam o cinema como uma manifestação do pensamento e da cultura contemporânea.

O livro apresenta análises originais do período focado e dos filmes, assim com uma documentação detalhada de 150 filmes representativos do cinema clássico francês, alguns deles nunca exibidos no Brasil. Ademais, um capítulo reúne cenas de filmes com legendas que possibilitam a associação dos atores aos filmes. O autor reexamina a obra dos grandes diretores, roteiristas e atores, com uma visão sem os preconceitos estabelecidos pelas últimas gerações.

Em linguagem acessível, o autor faz também um resumo da situação da indústria decinema francesa até os primeiros tempos do cinema sonoro e aborda temas como ocinema da Frente Popular, da Ocupação e do pós-guerra até o advento da Nouvellevague, destacando a participação de René Clair, Marcel Pagnol, Jacques Feyder, Jean Renoir, Marcel Carné, Julien Duvivier, Henri-Georges Clouzot, Christian-Jaque, Jean Grémillon, Jean Cocteau, Jacques Becker, Robert Bresson, entre outros realizadores.

CLIQUE AQUI para adquirir o livro no site da Estante Virtual.

CLIQUE AQUI para adquirir o livro no site da Amazon.


FILMES POSTADOS ATÉ O MOMENTO AQUI NO BLOG:

OS VISITANTES DA NOITE (Les Visiteurs du soir, 1942)

O BOULEVARD DO CRIME (Les Enfants du Paradis, 1945) 

O SILÊNCIO DO MAR (Le Silence de la Mer, 1949)

O DIREITO DE MATAR (Justice est Faite, 1950)

RIFIFI (Du rififi chez les hommes, 1955 – França)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s