1935 | O Início (20th CENTURY FOX)

BAD BOY (As Aparências Enganam)
Produzido por Edward Butcher
Dirigido por John Blystone
Roteiro de Alan Rivkin, de uma história de Villa Delmar
Fotografado por Bert Glennon
Música e letras de Lew Pollack e Paul Webber
56 minutos

Elenco: James Dunn, Dorothy Wilson, Louise Fazenda, Vic-tor Killian, John Wray, Luis Alberni, Beulah Bondi, Allen Vincent

Sinopse: James Dunn é o “bad boy”, um rapaz simpático e bem-humorado que é um especialista em salões de sinuca, mas sem capacidade de conseguir um emprego. Ele se casa com sua namorada (Dorothy Wilson), mas permite que ela volte para sua família quando ele não consegue trabalho. Ele muda de sorte quando ajuda a prender alguns gangsters. Então está tudo bem.


BLACK SHEEP
Produzido por Sol M. Wurtzel
Dirigido por Alan Dwan
Roteiro de Allen Rivkin, de uma história de Allan Dwan
Fotografia de Arthur Miller
Música de Oscar Levant
Letras de Sidney Clare
Direção musical de Samuel Kaylin
73 minutos

Elenco: Edmund Lowe, Claire Trevor, Tom Brown, Eugene Pallette, Adrienne Ames, Herbert Mundin, Ford Stirling, Jed Prouty, Billy Bevan, David Torrence

Adrienne Ames, Edmund Lowe, Eugene Pallette, e Claire Trevor em Black Sheep (1935).

Sinopse: Um jogador profissional usa seu charme e sua habilidade a bordo de um transatlântico e engana empresários ricos, tipos da sociedade e atrizes. Em uma viagem, ele testemunha um jovem (Tom Brown) sendo vítima de um ladrão de joias e vem em seu auxílio. O jovem é seu filho por um romance infeliz. O filme, dirigido com estilo pelo veterano Alan Dwan, que também forneceu a história, se beneficia de uma atuação insinuante de Edmund Lowe como o jogador quixotesco.


CHARLIE CHAN’S SECRET (O Segredo de Charlie Chan)
Produzido por John Stone
Dirigido por Gordon Wiles
Roteiro de Robert Ellis, Helen Logan e Joseph Hoffman
Fotografado por Rudolph Maté

Elenco: Warner Oland, Charles Quigley, Henrietta Crosman, Rosita Lawrence, Edward Trevor, Astrid Allwyn, Herbert Mundin, Arthur Edmund Carewe, Egon Brecher, Gloria Roy, Francis Ford, Ivan Miller, Jonathan Hale, Jerry Miley

Sinopse: Chan é chamado para resolver o misterioso desaparecimento do herdeiro de uma vasta fortuna. Provavelmente afogado, o herdeiro retorna e é assassinado mais tarde. Chan questiona todos os parentes e associados até sua fala usual: “Você é o assassino.”


CHARLIE CHAN IN SHANGHAI (Charlie Chan em Shanghai)
Produzido por John Stone
Dirigido por James Tinling
Roteiro de Edward T. Lowe e Gerard Fairlie
Fotografado por Barney McGill Música de Samuel Kaylin
70 minutos

Assista o filme clicando no player acima. Use a linha de comando no canto inferior direito para visualizar em tela cheia (fullscreen).

Elenco: Warner Oland, Irene Hervey, Charles Locher, Russell Hicks, Keye Luke, Halliwell Hobbes, Frederick Vogeding, Neil Fitzgerald, Max Wagner

Halliwell Hobbes, Keye Luke, e Warner Oland em Charlie Chan in Shanghai (1935).

Sinopse: Chan é chamado para a investigação de um assassinato em Xangai que leva à dissolução de uma rede internacional de ópio. Chan sobrevive a um atentado contra sua vida e seu sequestro pelos líderes do ringue antes de levá-los à justiça.


THE COWBOY MILLIONAIRE (O Vaqueiro Almofadinha)
Produzido por Sol Lesser
Dirigido por Edward F. Cline
Roteiro de George Waggner e Dan Jarrett
Fotografado por Frank B. Good
Música de Abe Meyer
65 minutos

Elenco: George O’Brien, Evalyn Bostock, Edgar Kennedy, Maude Allen, Alden Chase, Dan Jarrett, Lloyd Ingraham, Dean Benton, Thomas Curran

Evalyn Bostock, Stephen Chase, e George O’Brien em The Cowboy Millionaire (1935).

Sinopse: Um desvio da forma western padrão, The Cowboy Millionaire ostenta uma jovem inglesa (Evalyn Bostock) que chega a um rancho e se apaixona por seu capataz (George O’Brien). Ela fica erroneamente com a impressão de que ele a corteja apenas para ganhar uma aposta e ela volta para a Inglaterra. Ele a segue e a convence do contrário.


KING OF BURLESQUE (Burlesque)
Produzido por Darryl F. Zanuck
Dirigido por Sidney Lanfield
Roteiro de Gene Markey e Harry Tugend, adaptado por James Seymour, a partir de uma história de Vifia Delmar
Fotografado por Peverell Marley
Músicas de Jimmy McHugh, Ted Koehler, Jack Yellen e Lew Pollack
Direção musical de Victor Baravalle
88 minutos

Elenco: Warner Baxter, Alice Faye, jack Oakie, Arline Judge, Mona Barrie, Gregory Ratoff, Dixie Dunbar, Fats Waller, Nick Long, Jr., Kenny Baker, Charles Quigley, Keye Luke

Warner Baxter and Alice Faye in King of Burlesque (1936).

Sinopse: Entre os melhores musicais de bastidores, o título se refere a um empresário da Broadway (Warner Baxter) que se graduou do burlesco ao teatro legítimo e vai bem até se casar com uma senhora da sociedade (Mona Barrie), cuja influência o leva a produzir o veículos errados. Sua cantora top, que também o ama (Alice Faye), parte para Londres quando ele se casa, mas retorna quando ele se divorcia e precisa de ajuda. Ela e seus amigos o reúnem e colocam sua carreira em movimento novamente. Bons números de produção e direção rápida ajudaram a tornar este o melhor musical de Alice Faye até hoje e pavimentaram o caminho para filmes melhores para ela.


THE LITTLEST REBEL (A Pequena Rebelde)
Produzido por B. G. DeSylva
Dirigido por David Butler
Roteiro de Edwin Burke, de uma história de Edward Peple
Fotografado por John Seitz
Direção musical de Cyril Mockridge
70 minutos

Elenco: Shirley Temple, John Boles, Jack Holt, Karen Mor-ley, Bill Robinson, Guinn Williams, Willie Best, Frank McGlynn, Sênior, Bessie Lyle, Hannah Washington

Shirley Temple, John Boles, e Jack Holt em The Littlest Rebel (1935).

Sinopse: O Capt. Herbert Cary (John Boles) perdeu sua esposa durante a guerra e visita sua filha que agora vive com a tia. Descoberto, é preso como desertor. A sua filha, a pequena Virginia (Shirley Temple), procura o presidente Lincoln (Frank McGlynn) para que ele interceda junto aos militares e possa salvar a vida de seu pai.


MAN WHO BROKE THE BANK AT MONTE CARLO (O Homem Que Desbancou Monte Carlo)
Produzido por Darryl F. Zanuck
Dirigido por Stephen Roberts
Roteiro de Howard Smith e Nunnally Johnson, de uma peça de Illa Surgutchoff e Frederick Albert Swan
Fotografado por Ernest Palmer
Músicas de Bert Kalmar e Harry Ruby
Direção musical de Oscar Bradley
71 minutos

Elenco: Ronald Colman, Joan Bennett, Colin Clive, Nigel Bruce, Montagu Love, Frank Reichef, Lionel Pape, Ferdi-nand Gottschalk, Charles Fallon, Leonid Snegoff, Sam Ash, Charles Coleman, Lynn Bari

Joan Bennett and Ronald Colman in The Man Who Broke the Bank at Monte Carlo (1935).

Sinopse: ambientado nos anos após a Primeira Guerra Mundial, a história é a de um príncipe refugiado russo (Ronald Colman) que vai para Monte Carlo com dinheiro ganho durante um longo período por seus conterrâneos em Paris a fim de ganhar uma fortuna para eles . Ele ganha dez milhões de francos, mas recusa a etiqueta usual de voltar às mesas. As operadoras tramam para recuperá-lo e ele retorna com o resultado inevitável: perde tudo. O filme oferece algumas boas fotos de Monte Carlo e seu famoso cassino, mostrando o funcionamento do bacará e, acima de tudo, dá ao charmoso Ronald Colman muitas oportunidades de se envolver em comédia leve e romance.


METROPOLITAN
Produzido por Darryl F. Zanuck
Dirigido por Richard Boleslawski
Roteiro de Bess Meredyth e George Marion, Jr., de uma história de Bess Meredyth
Fotografado por Rudolph Mate
Direção musical de Alfred Newman
76 minutos

Elenco: Lawrence Tibbett, Virginia Bruce, Alice Brady, Cesar Romero, Thurston Hall, Luis Alberni, George Marion, Sr., Adrian Rosley, Christian Rub, Ruth Don-nelly, Franklyn Ardell, Etienne Giradot, Jessie Ralph

Sinopse: O primeiro filme da 20th Century-Fox. Um veículo para o barítono operístico Lawrence Tibbett, atraiu boas críticas, mas pouca resposta do público. Apesar de sua bela voz, Tibbett não era uma personalidade cinematográfica envolvente e a grande dose de árias provou ser demais para os cinéfilos em 1935. A história fala de uma prima donna (Alice Brady) que sai da Metropolitan Opera House e forma sua própria companhia, povoando-o com o talento promissor e Tibbett como seu protagonista. Mas a mulher caprichosa e temperamental também abandona esta companhia, deixando Tibbett e seus amigos para organizar tudo, o que eles fazem com grande sucesso. Como um lembrete do canto extraordinário de Tibbett, Metropolitan merece ser lembrado.


MY MARRIAGE (Meu Casamento)
Produzido por Sol M. Wurtzel
Dirigido por George Archainbaud
Roteiro de Frances Hyland
Fotografado por Barney McGill Direção musical de Samuel Kaylin
73 minutos

Elenco: Claire Trevor, Kent Taylor, Pauline Frederick, Paul Kelly, Helen Wood, Thomas Beck, Beryl Mercer, Henry Kolker, Colin Tapley, Noel Madison, Ralf Harolde, Charles Richman, Frank Dawson

Kent Taylor e Claire Trevor em My Marriage (1936).

Sinopse: A trama, trata de uma sogra intrometida (Pauline Frederick). Ela tenta impedir o casamento de seu filho (Kent Taylor) com uma garota (Claire Trevor) cujo assassinato do pai revelou suas conexões com criminosos. Acontece que outro de seus filhos (Thomas Beck) está envolvido no assassinato, embora sem querer. O casal está casado e feliz e a mãe recua.


MUSIC IS MAGIC (A Mágica da Música)
Produzido por John Stone
Dirigido por George Marshall
Roteiro de Edward Eliscu e Lou Breslow, baseado em uma peça de Gladys Unger e Jesse Lasky, jr. Fotografado por L. W. O’Connell
Músicas de Oscar Levant, Sidney Clare, Arthur Johnson e Raul Roulien
Direção musical de Samuel Kaylin
66 minutos

Elenco: Alice Faye, Ray Walker, Bebe Daniels, Frank Mitchell, Jack Durant, Rosina Lawrence, Thomas Beck, Andrew Tombes, Luis Alberni, Hattie McDaniel

Alice Faye em Music Is Magic (1935).

Sinopse: Uma história de Hollywood, sobre uma estrela (Bebe Daniels) que se recusa a reconhecer o fato de que ela está envelhecendo e sua popularidade está diminuindo. Ela finalmente reconhece os fatos, mas não antes de ser recolocada em seu novo filme por uma corista de cinema (Alice Faye), que se torna um sucesso instantâneo. Feito no momento em que a Fox estava se fundindo com a Twentieth Century Pictures, o filme mostra sinais óbvios de economia e o tempo de execução mais curto de todos os musicais de Faye. No entanto, contém alguns comentários engraçados sobre Hollywood.


NAVY WIFE (Uma Rival Perigosa)
Produzido por Sol M. Wurtzel
Dirigido por Allan Dwan
Roteiro de Sonya Levien, a partir de uma história de Kathleen Norris
Fotografado por John Seitz
Direção musical de D. Buttolph
66 minutos

Elenco: Claire Trevor, Ralph Bellamy, Jane Darwell, War-ren Hymer, Ben Lyon, Kathleen Burke, George Irving, Anne Howard

Ralph Bellamy, Ben Lyon, e Claire Trevor em Navy Wife (1935).

Sinopse: Empregando muitas imagens havaianas como pano de fundo, Navy Wife gira em torno de um hospital naval, com Claire Trevor como enfermeira. Relutante em se apaixonar por causa do que viu do divórcio, seus pontos de vista mudam quando ela conhece um oficial (Ralph Bellamy). Ela tem a impressão de que ele ainda está apaixonado pela esposa falecida, mas, como ele tem uma filha deficiente, ela se casa com ele e descobre que ele realmente a ama.


PADDY O’DAY (Perdida na Metrópole)
Produzido por Sol M. Wurtzel
Dirigido por Lewis Seiler
Roteiro de Lou Breslow e Edward Eliscu, de uma história original de Sonya Levien
Fotografado por Arthur Miller
Música de Harry Akst, Troy Sanders, letras de Sidney Clare, Edward Eliscu
Canção especial de Pinky Tomlin
Danças de Franchon Direção musical de Samuel Kaylin
73 minutos

Elenco: Jane Withers, Pinky Tomlin, Rita Cansino, Jane Darwell, George Givot, Francis Ford, Vera Lewis, Louise Carter, Russell Simpson, Michael Visaroff, Nina Visaroff

Rita Hayworth e Jane Withers em Paddy O’Day (1936).

Sinopse: um veículo para mostrar os talentos de Jane Withers, que a mostra como uma imigrante que chega à América para descobrir que sua mãe morreu. Ela escapa da Ilha Ellis e com a ajuda de amigos que conheceu no barco, ela se torna uma artista. Seu sucesso torna difícil para os funcionários da Imigração fazer qualquer coisa, exceto dar sua aprovação.


PROFESSIONAL SOLDIER (Soldado Mercenário)
Produzido por Darryl F. Zanuck
Dirigido por Tay Garnett
Roteiro de Gene Fowler e Howard Ellis Smith, de uma história de Damon Runyan
Fotografado por Rudolph Mate
Música de Louis Silvers
75 minutos

Elenco: Victor McLaglen, Freddie Bartholomew, Gloria Stuart, Constance Collier, Michael Whalen, C. Henry Gordon, Pedro de Cordoba, Lumsden Hare, Walter Kings-ford, Lester Matthews, Dixie Dunbar, Rollo Lloyd, Maurice Cass, General Savitsky

Victor McLaglen e Freddie Bartholomew.

Sinopse: Em um país europeu mítico, um robusto soldado (Victor McLaglen) é contratado para sequestrar um príncipe (Freddie Bartholomew) para que um novo partido político possa assumir o controle. O príncipe é a favor do esquema porque vai permitir que ele saia e se divirta. Seu paradeiro é descoberto e o sequestrador e seu cúmplice (Michael Whalen) são jogados na prisão. Eles irrompem quando percebem que a vida do príncipe está em perigo e que o partido político que deseja assumir o controle é do mal. Com esse conhecimento, eles batalham e restauram o jovem ao trono. Um bom filme de aventura, bem executado e dirigido.


SHOW THEM NO MERCY (Guerra Sem Quartel)
Produzido por Darryl F. Zanuck
Dirigido por George Marshall
Roteiro de Kubec Glasmon e Henry Lehrman, a partir de uma história de Kubec Glasmon
Fotografado por Bert Glennon
Direção musical de David Buttolph
76 minutos

Elenco: Rochelle Hudson, Cesar Romero, Bruce Cabot, Edward Norris, Edward Brophy, Warren Hymer, Herbert Rawlinson, Robert Gleckler, Charles C. Wilson, Frank Conroy, Edythe Elliott, William Benedict, Orrin Burke, Booth Howard, Paul McVey

Rochelle Hudson e Edward Norris em Show Them No Mercy! (1935).

Sinopse: o sentimento no título se refere a sequestro. Um jovem casal (Rochelle Hudson e Edward Norris) se protege de uma tempestade em uma casa de campo abandonada usada por sequestradores. O mais duro deles (Bruce Cabot) quer matar os intrusos, mas um mais civilizado (Cesar Romero) o impede. Finalmente, G-Men chegam e salvam o casal. Uma história de crime bem feita, que ajudou a mostrar ao público os planos do governo para reprimir o esquema de sequestro predominante.


THANKS A MILLION (Mil Vezes Obrigado)
Produzido por Darryl F. Zanuck
Dirigido por Roy Del Ruth
Roteiro de Nunnally Johnson
Músicas de Arthur Johnston e Gus Kahn
Fotografado por Peverell Marley
Direção musical de Arthur Lange
87 minutos

Elenco: Dick Powell, Ann Dvorak, Fred Allen, Patsy Kelly, Raymond Walburn, Benny Baker, Alan Dinehart, Andrew Tombes, Paul Harvey, Edwin Maxwell, Margaret Irving, Charles Richman, Paul Whiteman e sua banda, Ramona Rubinoff e The Yacht Club Boys

Fred Allen, Ann Dvorak, Patsy Kelly, e Dick Powell em Thanks a Million (1935).

Sinopse: Zanuck pegou emprestado Dick Powell, então muito popular como ator/cantor principal da Warners para encabeçar o elenco desta sátira sobre política escrita por Nunnally Johnson. Um grupo de artistas itinerantes para em uma pequena cidade e, para escapar de uma chuva torrencial, eles participam de um comício político, onde o candidato (Raymond Walburn) está fazendo papel de bobo. O esperto gerente do artista (Fred Allen) sugere que sua trupe dê vida ao programa. Mais tarde, o candidato cai bêbado em um estado de estupor e o artista principal (Dick Powell) faz um discurso em seu lugar. O partido político percebe o poder do jovem sobre o público e convence-o a se tornar seu candidato. Mais tarde, ele expõe seus apoiadores como vigaristas, mas mesmo assim consegue o cargo de governador. O roteiro de Johnson atinge o alvo como sátira e Fred Allen é perfeito com seus gracejos. Powell se apresenta de maneira agradável e canta algumas boas canções, e a Orquestra de Paul Whiteman faz uma apresentação divertida.


THIS IS THE LIFE
Produzido por Joseph Engel
Dirigido por Marshall Neilan
Roteiro de Lamar Trotti e Arthur Horman, a partir de uma história de Gene Towner, Graham Baker, Lou Breslow e Sid Brod
Fotografado por Daniel Clark
Música e letras de Sammy Stepp e Sidney Clare
63 minutos

Elenco: Jane Withers, John J. McGuire, Sally Blane, Sidney Toler, Gloria Roy, Gordon Westcott, Francis Ford, Ralf Harolde, Emma Dunn, Del Henderson, Robert Graves, Selmer Jackson, Nick Lucas, Fritzi Brunette, Jayne Hovig, Harry C. Bradley

Sinopse: Jane Withers como uma órfã cantora-dançarina, libertada de um orfanato, fica aos cuidados de um casal que tira proveito de seus talentos. Cansada de seu tratamento, ela foge e depois de altos e baixos com as autoridades se torna uma artista profissional.


THUNDER MOUNTAIN (A Mina Roubada)
Produzido por Sol Lesser
Dirigido por David Howard
Roteiro de Dan Jarrett e Don Swift, de uma história de Zane Gray
Fotografado por Frank B. Good
68 minutos

Elenco: George O’Brien, Barbara Fritchie, Frances Grant, Morgan Wallace, George F. Hayes, Edward LeSaint, Dean Benton, William Norton Bailey, Sid Jordan

George O’Brien e Morgan Wallace em Thunder Mountain (1935).

Sinopse: uma história de mineração ambientada no país da alta madeira. George O’Brien é um garimpeiro que reivindica uma mina de ouro com um parceiro, mas é traído por um traficante de bar. O filme, um corte acima da média nos faroestes, trata de sua luta para acertar as coisas.


WHISPERING SMITH SPEAKS (Altos Negócios Ferroviários)
Produzido por Sol Lesser
Dirigido por David Howard
Roteiro de Gilbert Wright e Rex Taylor, de uma história de Frank H. Spearman
Fotografado por Frank Good

Elenco: George O’Brien, Irene Ware, Kenneth Thomson, Maude Allen, Spencer Charters, Vic Potel, Frank Sheri-dan, William V. Mong, Edward Keane, Maurice Cass

Sinopse: Um faroeste sobre a ferrovia, com George O’Brien como o filho de um presidente de ferrovia que opta por trabalhar como caminhante para aprender o negócio. Ele encontra uma garota (Irene Ware) que está prestes a vender um terreno, sem saber que ele contém depósitos de minério valiosos até que George a corrige.


YOUR UNCLE DUDLEY
Produzido por Edward T. Lowe
Dirigido por James Tinling e Eugene Forde
Roteiro de Dore Schary e Joseph Hoffman, a partir de uma história de Howard Lindsay e Bertrand Robinson
Fotografado por Harry Jackson
Direção musical de Samuel Kaylin
70 minutos

Elenco: Edward Everett Horton, Lois Wilson, John Mc-Guire, Rosina Lawrence, Alan Dinehart, Marjorie Gateson, William Benedict, Florence Roberts, Jane Barnes

Sinopse: Um bom filme para os talentos cômicos de Edward Everett Horton, aqui interpretando um cidadão tímido que sempre sacrifica seus próprios interesses pelo bem da cidade. Ele finalmente se afirma e coloca seus negócios em ordem.


Em 1935, a 20th Century-Fox também produziu os seguintes filmes em espanhol:

ANGELITA (Little Angel)
Produzido por John Stone
Dirigido por Louis King
Estrelando: Rosita Diaz e Jose Crespo


ASEGURA A SU MUJER (Insure Your Wife)
Produzido por John Stone
Dirigido por Lewis Seiler
Estrelando: Conchita Montenegro e Raul Roulien


JULIETA COMPRA UN HIJO (Juliet Buys a Baby)
Produzido por John Stone
Dirigido por Louis King
Estrelando: Catalina Barcena e Gilbert Roland


SENORA CASADA NECEISITA MARIDO (A Married Woman Needs a Husband)
Produzido por John Stone
Dirigido por James Tinling
Estrelando: Catalina Barcena e Antonio Moreno


TE QUIERO CON LOCURA (I’m Crazy About You)
Produzido por John Stone
Dirigido por John J. Boland
Estrelando: Rosita Moreno e Raul Roulien


Fontes de Pesquisa / Textos: Os Filmes da 20th Century Fox, A Pictorial History / Tony Thomas & Aubrey Solomon, IMDb, Filmow.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s