OS AGENTES SECRETOS – Os Grandes Seriados do Cinema

Diferenciando-se dos seriados policiais, surgiram aqueles que tinham como heróis os agentes secretos, cuja missão consistia geralmente em caçar os espiões do Eixo, dentro e fora dos Estados Unidos. Talvez o mais famoso tenha sido O MARAVILHOSO MASCARADO (The Masked Marvel , 1943), cujo mocinho usava apenas uma máscara, lembrando O Espírito (The Spirit), personagem das histórias em quadrinhos de Will Eisner.

O vilão, Sakima (vivido pelo autor caucasiano Johnny Arthur), ficava conhecido do público desde o primeiro episódio, e a identidade do Maravilhoso Mascarado é que permanecia escondida até o último capítulo. Durante todo o desenrolar da fita em série, os espectadores tentavam descobrir qual dos quatro investigadores, Bob Barton (David Bacon), Frank Jeffers (Richard Clarke), Terry Morton (Bill Healy e Jim Arnold (Rod Bacon, irmão de David) poderia ser ele, criando-se um elemento de mistério. A ideia desta situação – com vários suspeitos de serem o mocinho – viera de outro seriado, O Guarda Vingador (The Lone Ranger, 1938), no qual entre cinco Texas Rangers um deveria ser o Zorro.

David Bacon, Rod Bacon, Richard Clarke, Louise Currie, Bill Healy e Anthony Warde em The Masked Marvel (1943).

Na trama, o Maravilhoso Mascarado era convocado por Warren Hamilton (Howard Hickman) e Martin Crane (William Forest) para investigar e por fim à sabotagem de Sakima. Sem saber que seu sócio, Martin, se aliara aos japoneses, Warren tornara-se um alvo fácil, sendo liquidado. Alice (Louise Currie), filha de Warren, não se conformando com a morte do pai, unia-se a quatro agentes na sua luta contra Sakima. Depois que o quarteto de mocinhos deixava a sala onde se encontravam, para surpresa da jovem, um deles voltava e lhe revelava que era o Maravilhoso Mascarado.

Jack O’Shea, Tom Steele e Anthony Warde em The Masked Marvel (1943).

Pedindo-lhe que prometesse manter o segredo de sua verdadeira identidade, ele tirava a máscara, mas a plateia não via seu rosto. No derradeiro episódio, intitulado “The Man Behind the Mask”, dois dos quatro investigadores, Frank e Jim, já tinham sido mortos, sobrando Bob e Terry para o público decidir qual deles era o Maravilhoso Mascarado. Nesta altura era óbvio que um destes dois sobreviventes sabia que o herói só podia ser o outro, mas ele ficava de bico calado e o suspense se mantinha até o desfecho. Aí aparecia o Maravilhoso Mascarado sem a máscara e todos verificavam que ele era Bob Barton, o mais jovem dos agentes, personificado por David Bacon.

Entretanto, quem funcionara o tempo todo de máscara como o mocinho, fora o dublê Tom Steele que, por sua vez, teve a voz dublada pelo ator radiofônico Gayne Whitman. Provavelmente ninguém atuou mais como dublê em seriados do que Tom. Ele começou a carreira como ator na década de 30, mas, optando pela função de stuntman, acabou prestando serviço a todas as companhias produtoras do gênero. No entanto, seu trabalho na Mascot, Universal e Columbia pode ser descrito como rotineiro comparado à incrível atividade desenvolvida na Republic, onde chefiou uma equipe de dublês durante a maior parte dos anos 40 e até o fim dos serials. Neste período ele substituiu nas cenas arriscadas quase todo mocinho ou bandido dos seriados assim como muitos cowboys dos faroestes classe “B”, como William Elliot, Allan Lane e Sunset Carson. O curioso é que, apeser de Steele praticamente estrelar seriado O Maravilhoso Mascarado, seu nome não apareceu nos créditos, enquanto outros stuntmen – Duke Green, Dale van Sickel, Eddie Parker – foram mencionados.

Dirigido por Spencer G. Bennet, com roteiro de sete especialistas – Royal Cole, Ronald Davidson, Basil Dickey, Jane Duffy, Grant Nelso, George Plympton e Joseph Poland – e acompanhamento musical de Mort Glickman, O Maravilhoso Mascarado, apresentou algumas das sequências de ação mais bem fotografadas e montadas de todos os tempos. Numa delas, incluída no capítulo “Suicide Sacrifice”, o Maravilhoso Mascarado jogava seu automóvel de encontro a um carrinho manual de estrada de ferro cheio de explosivos para impedir que colidisse com um trem, salvando-se a si próprio numa fração de segundo. Foi um instante de intensa excitação e perfeita coordenação técnica.


Outro seriado muito popular no gênero foi O CÓDIGO SECRETO (The Secret Code, 1942), de Spencer G. Bennet, mas os espectadores só se referiam a ele como Comando Negro (The Black Command). Este era na realidade o tenente da polícia Dan Barton (Paul Kelly), que, para desbaratar uma rede de espionagem, arrumava um jeito de ser expulso de sua corporação e se transformava no Comando Negro.

Rudolph Anders, Trevor Bardette, Gregory Gaye e Eddie Parker in The Secret Code (1942).

Com a ajuda de uma repórter, Jean Ashley (Anne Nagel), impedia o inimigo de obter a fórmula de uma nova invenção, a borracha sintética. No final, ele decifrava o código secreto, ficava sabendo que um submarino viria resgatar os sabotadores e, com o auxílio da Marinha, afundava a embarcação dos fugitivos.


A ADAGA DE SALOMÃO (Secret Service in Darkest Africa, 1943), também de Spencer Bennet, o “rei dos diretores de seriados”, tinha Rex Bennet (Rod Cameron) como um agente secreto ianque que se fazia passar por membro da Gestapo em Berlim. Sabendo dos planos dos nazistas para obterem o apoio dos árabes para a causa do Eixo, usando como persuasão a adaga de Salomão e um pergaminho forjado contendo as palavras de um antigo líder mulçumano, escapava com estes símbolos para Casablanca.

Eddie Parker e Rod Cameron em Secret Service in Darkest Africa (1943).

Lá, unia forças às de Janet Blake (Joan Marsh), agente das Nações Unidas e o oficial francês, Pierre La Salle (Duncan Renaldo) e concordava em dar a adaga e o pergaminho ao grande chefe árabe, o Sultão Abou Ben Ali, ignorando que este fora sequestrado e um nazista, Barão Siegfried von Rommler (Lionel Royce), assumira sua identidade. Depois de mil e uma peripécias, Rex vencia von Rommler numa luta de espadas e punha fim à espionagem dos alemães no norte da África.


Em SERVIÇO SECRETO (Holt of the Secret Service, 1941), dirigido por James W. Horne, Holt (Jack Holt), agente do serviço secreto dos Estados Unidos, tinha o encargo de prender uma quadrilha de falsificadores de dinheiro com o auxílio de uma colega, Kay Drew (Evelyn Brent), e se introduzia no bando como se fosse o criminoso Nick Farrel. O diferente neste seriado foi que o personagem principal tinha o nome do ator, então um veterano da tela, e pai de Tim Holt e Jennifer Holt, ambos vistos em vários faroestes de segunda categoria, sendo que Tim teve a sorte de se destacar no elenco de dois clássicos insuperáveis, Soberba (The Magnificent Ambersons, 1942), de Orson Welles, e O Tesouro de Sierra Madre (The Treasure of Sierra Madre, 1947), de John Huston.


Houve ainda inúmeros outros seriados sobre agentes secretos, como A Chave Mestra (The Master Key, 1945), O Terror das Montanhas (The Vigilante, 1947), O Segredo dos Túmulos (Federal Agents vs. Underworld Inc., 1949), O Rei dos Espiões (Radar Patrol vs. Spy King, 1950), A Legião Fantasma (Government Agents vs. Phantom Legion, 1951), O Dragão Negro (G-Men vs. the Black Dragon, 1943), O Trem Desaparecido (The Lost Special, 1932), O Novo Robinson Crusoé (Robinson Crusoe of Clipper Island, 1936), X-9, o Agente Secreto (Secret Agent x-9, 1937), e outra versão das aventuras do mesmo herói imaginado por Dashiel Hammett e desenhado nos quadrinhos pelo grande Alex Raymond, O AGENTE SECRETO X-9 (Secret Agent X-9, 1945).

Destes todos sobressaiu o último, sob direção de Ray Taylor e Lewis Collins. No relato, diante da escassez de combustível para aviação, os japoneses ordenam à sua espiã, a bela Nabura (Victoria Horne), chefe do temível Serviço de Inteligência Dragão Vermelho, operando nas Ilhas Shadow, perto da costa chinesa, que infiltre um agente na América, a fim de roubar a fórmula de um combustível sintético. Lynn Moore (Jan Willy), agente australiana, vem a saber das intenções de Nabura, e avisa o Agente Screto X-9 (Lloyd Bridges). Os dois, juntamente com um colega chinês Ah Fong (Kaye Luke), enfrentam todo o esquema diabólico.

Lloyd Bridges e Keye Luke em Secret Agent X-9 (1945).

Em todos os seriados, ação e emoção se conjugavam perfeitamente, produzindo cenas inesquecíveis que talvez algum dia, alguma produtora possa importar o lote que está sob o domínio da Leo Gutman Productions, e que nós possamos revê-los.

O SEGREDO DOS TÚMULOS (Federal Agents vs. Underworld, Inc., 1949 – USA)
(Filme Completo / Dublado em Português)
Data de Lançamento: 29 de janeiro de 1949

SINOPSE: Comandada pela ganância, a vilã Nila (Carol Forman) e a sua infame organização conhecida como “Underworld Inc.” começam uma jornada de crimes e assassinatos em busca das legendárias Mãos dourada de Kurigal. Este é um caso para os super-agentes federais Dave Worth (Kirk Alyn) e sua equipe. A gangue de Nila já encontrou uma das Mãos, e não vai parar até encontrar o seu par, conseguindo assim poder e riqueza inigualáveis. Dave e seus agentes agora terão que correr contra o tempo par poder salvar a humanidade…

Assista o seriado completo no player acima ou CLICANDO AQUI. Use a linha de comando no canto inferior direito para visualizar em tela cheia (fullscreen).

SOBRE O SERIADO: Apesar de realizado em 49, este foi o primeiro serial, dirigido somente por FRED C BRANNON, que até então, dividia o cargo com outros nomes, especialmente SPENCER BENNET. E foi um grande sucesso de público na sua época, em que BRANNON trazia de volta à tela, o ator que interpretou o primeiro SUPERHOMEM, KIRK ALYN, que apesar do sucesso, não queria continuar atuando como SUPERMAN, mas ainda faria uma continuação chamado THE ATOM MAN VS SUPERMAN no ano seguinte ao FEDERAL AGENTS VS UNDERWORLD INC, aceitando uma proposta da COLUMBIA. Mas quando a emprêsa resolveu lançar o super-herói na TV, ALYN se recusou a assinar o contrato, sendo substituido por GEORGE REEVES. Não foi uma decisão vantajosa, pois logo após mais um serial de FRED BRANNON, BLACKHAWK ele amargou um enorme ostracismo sem grandes oportunidades, fazendo pontas em filmes sem ter seu nome creditado, como BEGINNING OF THE END do BERT I. GORDON e WHEN WORLD COLLIDES. 

KIRK ALYN ainda apareceria no filme SUPERMAN de 78 como um general numa ponta, sendo mais atuante mesmo em séries de TV, até se retirar da profissão em 83 num filme do diretor FRED OLEN RAY chamado SCALPS. KIRK faleceu em 99 com 89 anos de falência múltipla, mas mesmo não desejando ele ficou marcado por ser o primeiro SUPERHOMEM do cinema. FEDERAL AGENTS VS. UNDERWORLD INC apesar de ser o primeiro dos serials dirigidos por FRED C. BRANNON sem parceria com outro diretor, fato que se repetiu a partir daí, faz parte de uma extensa relação de serials que ele trabalhou na direção, sendo que no começo foi a convite de SPENCER G BENNET, considerado o grande mestre dos serials, que achava FRED BRANNON, sua mais grata descoberta para este segmento.

LISTA DE EPISÓDIOS:

  1. The Golden Hands
  2. The Floating Coffin/Criminals’ Lair
  3. Death in Disguise
  4. Fatal Evidence
  5. The Trapped Conspirator
  6. Wheels of Disaster
  7. The Hidden Key
  8. The Enemy’s Mouthpiece
  9. The Stolen Hand
  10. Unmasked
  11. Tombs of the Ancients
  12. The Curse of Kurigal

FICHA TÉCNICA:
DIREÇÃO: Fred C. Brannon
ROTEIRO: Royal K. Cole, Basil Dickey, William Lively (original screenplay)
GÊNERO: Crime, Drama
ORIGEM: USA
DURAÇÃO: 2h 47min
»
»
ELENCO PRINCIPAL:
Kirk Alyn … Insp. David Worth
Rosemary La Planche … Laura Keith
Roy Barcroft … Spade Gordon
Carol Forman … Nila
James Dale … Agent Steve Evans
Bruce Edwards … Prof. Paul Williams
James Craven … Prof. James Clayton
Tristram Coffin … Frank Chambers
Tom Steele … Grey – Henchman / Haskell – Pilot / Larkin – Henchman / Native #1
Dale Van Sickel … Mac – Henchman / False Prof. Graves / Cave Guard #1
Jack O’Shea … Ali
Marshall Reed … Det. O’Hara
Robert J. Wilke … Zod – Pursuit Plane Pilot
Robert St. Angelo … Native #3
Dave Anderson … Porter


AGENTE SECRETO X-9 (Secret Agent X-9, 1945 – USA)
(Filme Completo / Dublado em Português)
Data de Lançamento: 24 de julho de 1945

SINOPSE: Baseado nos quadrinhos criados pelo artista Alex Raymond e do escritor Dashiel Hammet, “O Agente Secreto X-9 (Lloyd Bridges), que juntam suas forças para impedir os Nazistas de adquirirem a fórmula de um combustível sintético. Agora eles deverão enfrentar inúmeros perigos e desafios para conseguir a fórmula antes que ela caia nas mãos de seus inimigos, pois ela poderá ser a sua grande arma para vencer a Guerra.

Assista o seriado completo no player acima ou CLICANDO AQUI. Use a linha de comando no canto inferior direito para visualizar em tela cheia (fullscreen).

SOBRE O SERIADO: O personagem Agente Secreto X-9 foi criado pelo escritor Dashiell Hammett para uma tira de quadrinhos de 1934, desenhada pelo criador de Flash Gordon, Alex Raymond, para o King Features Syndicate, que queria uma tira de combate ao crime, para competir com Dick Tracy.

Foi o último seriado baseado em personagens dos quadrinhos feito pela Universal (entre 1936 e 1945, a Universal produziu mais seriados adaptados dos quadrinhos do que seus rivais, Columbia Pictures e Republic Pictures, juntos). Em 1937, a Universal já fizera um seriado com o mesmo personagem e o mesmo título, Secret Agent X-9, com Scott Kolk no papel-título.

LISTA DE EPISÓDIOS:

  1. Torpedo Rendezvous
  2. Ringed by Fire
  3. Death Curve
  4. Floodlight Murder
  5. Doom Downgrade
  6. Strafed by a Zero
  7. High Pressure Deadline
  8. The Dropping Floor
  9. The Danger Point
  10. Japanese Burial
  11. Fireworks for a Deadman
  12. Big Gun Fusillade
  13. Zero Minute

FICHA TÉCNICA:
DIREÇÃO: Lewis D. Collins, Ray Taylor
ROTEIRO: Joseph O’Donnell, Harold Channing Wire (story), Patricia Harper (screenplay)
GÊNERO: Ação, Aventura
ORIGEM: USA
DURAÇÃO: 4h 6min
»
»
ELENCO PRINCIPAL:
Lloyd Bridges … Phil Corrigan – Secret Agent X-9
Keye Luke … Ah Fong
Jan Wiley … Lynn Moore
Victoria Horne … Nabura
Samuel S. Hinds … Solo
Cy Kendall … Lucky Kamber
Jack Overman … Marker
George Lynn … Bach
Clarence Lung … Takahari
Benson Fong … Dr. Hakahima
Arno Frey … Kapitan Grut
Ferdinand Munier … Papa Pierre Dupray
Ann Codee … ‘Mama Pierre’ Dupray
Edward Howard … Drag Dorgan


Fontes de Pesquisa/Textos: Revista Cinemin/A. C. Gomes de Mattos, IMDb, The Movie Database.

CULT COLLECTORS | Ser Cult É Ser Colecionador!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s